Segunda das Tirinhas

Blog Yah! Music -- Especial Copas do Mundo

Blog Yah! Music o dia mais esperado pelos leitores do blog Yah!....
Hoje o blog estará entrando no ritmo da Copa Do Mundo, com isso o blog estará mostrando alguns temas de copas do mundo...

Divirta-se , e entre no ritmo da copa com o blog YAH!..  
Clique no Continue Olhando para ver os videos....

Só serão de algumas copas...
1962 -- Chile

1998 -- França

2002 -- Japão

2006 -- Alemanha

2010 -- Africa


Dica de Filme para o FDS

Chegando o Final de Semana, nada melhor que assistir um bom filme..Para isso tem a dica de filme do Blog Yah!

Aproveite...Lembrando que a dica de filme veio do Uol cinema, exclusivamente hoje..


O Escritor Fantasma (2010)

O Escritor Fantasma

SINOPSE

Quando um escritor fantasma britânico de sucesso concorda em completar as memórias do ex-primeiro-ministro britânico Adam Lang, seu agente lhe assegura que é a oportunidade de uma vida. Mas o projeto parece condenado desde o início, até porque o seu antecessor no projeto, o assessor de Lang de longa data, morreu em um infeliz acidente. O escritor fantasma voa para trabalhar no projeto, no meio do inverno, em uma casa à beira-mar em uma ilha nos EUA. Mas no dia após sua chegada, um ex-ministro britânico acusa Lang de autorizar a apreensão ilegal de suspeitos terroristas e entregá-los para a tortura pela CIA, um crime de guerra. A controvérsia leva jornalistas e manifestantes para a mansão na ilha onde Lang está hospedado com sua esposa, Ruth, e sua assistente pessoal (e amante), Amélia. Conforme o escritor fantasma trabalha, ele começa a descobrir pistas sugerindo que seu antecessor, pode ter tropeçado em um segredo que liga Lang à CIA e que de alguma forma esta informação está escondida no manuscrito que deixou para trás.

FICHA DO FILME

  • Título original: The Ghost Writer
  • Diretor: Roman Polanski
  • Elenco: Ewan McGregor, Pierce Brosnan, Kim Cattrall
  • Gênero: Drama, Suspense
  • Duração: 128 minutos
  • Ano: 2010
  • Data da Estreia: 28/05/2010
  • Cor: Colorido
  • Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos
  • País: França, Alemanha, Reino Unido

Pc de bolso


Também tentei com a minha CPU mas nao deu =/

Realidade

HSUAHSUAHUSHAUSHAUHSUAHSUHAUSHAUHSUAHSUAHSUHAUSHAUHSUAHSUHAUSAHS

Nunca esqueça de marcar seu território...

...nunca mesmo!

11 Perguntas que os Cientistas não sabem responder

1. Como surgiu o Universo?

Como poderíamos responder à essa pergunta? Se concordarmos com os cientistas, diríamos que o cosmo foi criado a partir de uma grande explosão, que deu origem a tudo. É isso que diz a teoria do Big Bang. Apesar de ser a mais aceita pela ciência, o Big Bang nunca foi comprovado e talvez nunca seja. E, o conceito-base de praticamente todas as religiões acreditam que o mundo foi criado por uma entidade suprema. Mas, o que existia antes do Big Bang? Na opinião do astrofísico Marcelo Gleiser, autor do livro "A Dança do Universo", antes do Big Bang não havia nada. "Não existia um antes. Esse tipo de pergunta nasce do preconceito comum de querer encontrar um evento anterior a tudo. O tempo simplesmente não existia. Ele surgiu com a criação", diz Gleiser. "A verdade é que, no que se refere à descrição dos fenômenos do início do Universo, ainda não há uma teoria que possa ser dada como certa e definitiva", afirma José Ademir Sales de Lima, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo.

2. Quando começa a vida?

A polêmica sobre essa pergunta é tão intensa que até hoje a ciência não conseguiu chegar a uma única resposta. São diversas as teses a respeito do exato momento em que se inicia a vida humana. Duarante a Idade Média, imperava a teoria de que ela só começava no instante do nascimento. Hoje essa idéia e totalmente descartada. As mais aceitas (e discutidas) pela comunidade científica afirmam que a vida começa:
* Com a fecundação;
* Com o início da atividade cardíaca;
* Com a formação do sistema nervoso central;
* Com início da atividade cerebral;
* Com a nidação (ou implantação) - o momento em que o embrião se firma na parede do útero;
* Com o surgimento do feto, ou seja, a partir da 9ª semana de gestação.

3. Quanto usamos do nosso cérebro?
Será que podemos alcançar 100% do potencial de nosso cérebro? Durante um bom tempo acreditava-se que usávamos apenas 10% da capacidade cerebral. O fato é que, até hoje, a ciência não sabe precisamente quanto utilizamos de nosso potencial cerebral. "Embora existam especulações sobre o assunto, já sabemos, graças ao estudo de imagens funcionais do órgão, que nos valemos de todas as suas áreas, de maneiras diferentes. Mas o percentual que utilizamos ainda é uma incógnita", afirma a neurocientista Suzana Herculano-Houzel.



4. A alma existe?

Em 1907, o médico americano Duncan MacDougall dedicou-se a comprovar a existência da alma. Com base em experimentos, ele chegou a afirmar que a alma não apenas existe como também tem peso específico. Sua teoria diz que todo ser humano, não importa o tamanho ou a idade, perde exatamente 21 gramas no momento exato da morte. Para MacDougall, seria esse, portanto, o peso da alma. Pessoas que passam por Experiências de Quase Morte (EQM), tem a sua alma projetada para fora do corpo, quando vive um trauma de quase morte. Algumas pessoas chamam de alma, outras de consciência. Independente da nomenclatura, trata-se de algo inexplicável e que gera embates. "Não temos uma definição precisa do que vem a ser a alma. Mas pelas pesquisas realizadas, entendemos que ela não é o cérebro nem um tipo de energia conhecida pela física, o que torna sua busca um desafio maior para a ciência", afirma Marcelo Silva, coordenador do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia.

5. Animais pensam?

A informação é contundente: o cérebro dos golfinhos tem maior concentração de neurônios do que o nosso. Para que tudo isso e como esses cetáceos utilizam todo esse potencial ainda é um mistério. Mas já é sabido que eles estão entre os animais mais inteligentes da Terra: são capazes de se reconhecerem, lembram de fatos do passado, têm linguagem muito similar a nossa (com palavras, gestos e movimentos) e até ajudam humanos em perigo. Uma história interessante: é comum nas regiões habitadas por golfinhos, grupos de machos seguirem os barcos. Durante muito tempo, prevaleceu a idéia de que era um tipo de brincadeira. Ledo engano. "Os macho fazem isso para afastar o barcos das fêmeas e filhotes. Já que as embarcações invariavelmente seguem os golfinhos, é uma excelente estratégia", diz o oceanógrafo José Martins da Silva Júnior.

6. É possível viajar no tempo?

"Nunca pense no futuro. Ele chega rápido demais." Quando disse a frase, o físico alemão Albert Einstein provavelmente não fazia uma alusão à possibilidade de viajar no tempo. No entanto, todas as hipóteses formuladas atualmente sobre o tema sustentam-se na Teoria da Relatividade, formulada por ele em 1905. Segundo tal teoria, o tempo passa mais devagar à medida que um objeto se aproxima da velocidade da luz (cerca de 300 mil km/s). "Isso significa que, se passarmos um ano viajando pelo espaço a uma velocidade muito próxima à da luz, quando voltarmos à Terra terão se passado 100 anos aqui", diz o astrofísico Richard Gott, da Universidade de Princeton, nos EUA. "A viagem para o passado não existe. A idéia viola o princípio da casualidade, que entende que toda série de eventos depende de uma ordem de causa e consequência", diz o astrofísico Marcelo Gleiser.



7. Existe premonição?


Quando o analista de sistemas Rodolfo Rossi, 24 anos, partiu de São Paulo para Santa Catarina, num ônibus de excursão, sua mãe (a dona de casa Divina Andrade, 54 anos) sentiu um aperto no coração, uma sensação pesada, como se algo de ruim estivesse para acontecer ao filho. Para o psicoterapeuta Ascânio Jatobá, Divina estava tendo uma premonição. Os cientistas, obviamente, não acreditam em avisos vindos do além ou coisa do gênero e explicam o sentimento da mãe de Rodolfo de uma forma mais racional. "Nosso cérebro tenta ver o futuro o tempo todo. Em situações de conflito e stress, calculamos as probabilidades de algo ruim acontecer", diz a neorocientista Suzana Herculano-Houzel. No caso da dona de casa Divina, sua intuição funcionou. Durante a viagem do filho, houve uma ação da polícia contra brigas localizadas e o rapaz, mesmo sem estar envolvido na confusão, acabou sendo ferido por uma bala de borracha. "Creio que tive uma premonição", diz a mãe.

8. O que define nossa sexualidade?

"Nasci Gay", afirma o estilista Isaac Ludovic, 22 anos. Ele se lembra de sua infância em Barreiras, interior da Bahia, e diz que já naquela fase era convicto de que pertencia ao universo feminino. "Minha diversão era me vestir de menina e brincar com bonecas." Já o namorado de Isaac, que prefere não se identificar, a história foi diferente. Já haviam passado a infância e a adolescência quando ele descobriu que era homossexual. De acordo com a neurocientista Suzana Herculano-Houzel, "o interesse sexual é definido biologicamente no início da gestação e não há nada que se possa fazer." Mas e o caso do namorado de Isaac que até os 22 anos pensava ser heterossexual? Para o psicólogo Oswaldo Rodrigues Júnior, do Instituto Paulista de Sexualidade, o indivíduo não nasce com a sexualidade definida e pode mudar de orientação.

9. A fé pode curar?

Existe milagres? Uma pessoa pode ser curada simplesmente pela força de sua fé? É muito provável que essas perguntas nunca sejam respondidas. Pelo menos, não de uma forma que agrade a religiosos e cientistas. Mas uma coisa já é consenso entre estudiosos: a fé pode, sim, auxiliar na recupeção de um doente. Estudos comprovam que a devoção ativa partes do cérebro que causam bem-estar, dão mais esperança e positivismo ao paciente e deixam o enfermo relaxado (fatores que auxiliam na recuperação). "Quando a mente se envolve no processo de cura por meio da fé, ela ativa mecanismos que influenciam o corpo, auxiliando. Mas isso não quer dizer que a fé possa curar alguém", afirma o neurocientista Alfredo Pereira Júnior.

10. Por que nos apaixonamos?

Aparência física, instinto de preservação da espécie, hormônios à flor da pele ou uma flechada aleatória do cupido. As hipóteses são muitas, mas a pergunta acima persiste. É um mistério que há muito tempo os cientistas tentam explicar, no entanto, não há uma resposta definitiva. Tudo indica que a paixão não tem um motivo isolado, mas, sim, um conjunto de razões. De acordo com pesquisas, o ser humano define uma cara-metade. E, quanto maior a semelhança com o alvo desejado, mais chance de rolar uma paixão.



11. Quando e como o mundo vai acabar?

Estamos a cinco minutos do apocalipse. Pelo menos é o que diz o Relógio do Fim do Mundo uma criação do Bulletin of the Atomic Scientists, grupo de cientistas que avalia a proximidade de uma catástrofe global. Independente da ação do homem, fato incontestável, sabemos que a extinção do planeta é um acontecimento inevitável e, muito provavelmente, o responsável por isso será o Sol, cuja energia permite a vida na Terra. Em cerca de 5 bilhões de anos o Sol se tornará uma estrela gigante, vermelha, que se expandirá e destruirá os planetas que encontrar pelo caminho (inclusive o nosso). "Portanto, se até lá o homem não destruir a Terra, o apocalipse ocorrerá de qualquer maneira", diz José Ademir Sales de Lima, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (USP). Claro que tudo pode acabar com a colisão de um asteróide com a Terra ou (por que não?) uma invasão extraterrestre. Teorias não faltam.

Aula de Inglês

FRENCH = Dianteira / Ex: “Sai da FRENCH, por favor”.
HAND = Entregar, dar por vencido / Ex: “Você se HAND?”
DATE = Mandar alguém deitar: / Ex: “DATE aí no chão”.
EYE = Interjeição de Dor / Ex: “EYE que dor de cabeça!”
FEEL = Barbante / Ex: Me dá um pedaço desse FEEL para eu amarrar aqui”.
HAIR = Marcha de Carro / Ex: “Ele engatou a HAIR”.
YOU = Expressão de curiosidade / Ex: “YOU seu irmão, como vai?”
MICKEY = Afirmativo de queimadura / Ex: “Mickey may”.
CAN – Pergunta feita por quem tem amnésia / Ex: “Can sou eu ?”
CREAM – Roubar, matar… / Ex: “Ele cometeu um cream.”
CAN’T – Oposto de frio / Ex: “O café está can’t”.
FAIL – Oposto de bonito / Ex: “Ele é muito fail.”
ICE – Expressão de desejo / Ex: “Ice ela me desse bola !”
MORNING – Nem can’t nem frio/ Ex: “O café está morning.”
MISTER – Lanche / Ex: “Eu quero um mister can’t.”
RIVER – Pior que fail / Ex: “Ele é o river.”
SOMEWHERE – Pessoa do interior / Ex: “Somewhere é irmão do Manuér.”
TO SEE – Saúde debilitada / Ex: “Ele desmaiou de tanto to see.”
TOO MUCH – Legume para fazer saladas/ Ex: “Quer salada de too much ?”
TICKET – Mania / Ex: “Ele tem ticket nervoso.”
YEAR – Deixar, partir/ Ex: “Ela teve que year”
YELLOW – Na companhia dela/ Ex: “Saímos, eu e yellow.”
BOTTOM – Colocar / Ex: “Eles bottom tudo no lugar errado”
DAY – Conceder / Ex: “Eu day um presente a ela”
FOUGHT – Retrato / Ex: “Vamos tirar uma fought?”
HELLO – Esbarrar / Ex: “Ela hello o braço na parede”
LABEL – Parte da face que envolve a boca/ Ex: “Ela passou baton no label”
MAY GO – Pessoa dócil / Ex: “Ele é tão may go”
MONDAY – Ordenar /  Ex: “Ontem monday lavar o carro”
NEVER – Flocos de gelo/ Ex: “Gosto de fazer bonecos de never”
SAY YOU – Mamilos/ Ex: “Um say you dela é maior que o outro”
SOCCER – Agressão física/ Ex: “Dei um soccer nela”
SHOOT – Outra agressão física/ Ex: “Dei um shoot nela”
THE SMITHS – Mandar embora/  Ex: “O patrão the smiths quem não trabalha”
Por gargalhando   

Tinhas de Segunda

Chegou as tirinhas de Segunda Blog Yah!....
Clique no Continue Olhando para ver todas as tirinhas....

Yah! Click Links #7

Yah! CLick Links chegando meio fora de hora mas chegou...
Divirta-se

Flagras de MSN
O Flamengo precisa de um….de um……..eu ouvi direito?
A verdadeira decepção de um torcedor com o Dunga
E o rock é coisa do demonio
Fãs de Calypso, o momento de ficar famoso chegou!
Adriana Bombom esquece filhas no aniversário e só volta de manha
Cuidado com a centopéia humana!
Nova propaganda da NIKE simplesmente foda (versão completa)
O que os homens pensam durante o sexo?
Por isso que não se deve viajar na caçamba de pickaups
Top 10 meninos que na verdade são meninas (q?)

Não leve seus filhos nesse museu
Amiguinho fura olho (latino cover)
10 entrevistas de emprego que não dão certo
Rafa Gnomo bate recorde de suspensão a 50m de altura na Paulista
As 10 marcas mais utilizadas no envio de vírus na web
Vasectomia gratis a gente se ver por aqui
O degrau assassino
Plugin porno para Firefox
Verdades sobre o cara da informatica (por mulheres)
Agora fiquei na duvida se o Michael realmente morreu
Tem tempo? Joguinhos Online da semana

10 Twittadas da Semana

Steve Jobs vs. Bill Gates

O que será que os dois maiores gurus tecnológicos dos nossos tempos conversam quando se encontram?
Coisas do tipo:
stevejobs billgates 1 Steve Jobs vs. Bill Gates
stevejobs billgates 2 Steve Jobs vs. Bill Gates
stevejobs billgates 3 Steve Jobs vs. Bill Gates

Bloh YAH! Music -- Especial Dio

Hoje um especial do Dio a lenda do Heavy Metal ,que morreu no Domingo passado....
Clique no continue olhando para ver todo o especial....
 Ronnie James Dio, nome artístico de Ronald James Padavona (Portsmouth, 10 de julho de 1942 — Houston, 17 de maio de 2010) foi um vocalista de heavy metal. Ficou famoso por cantar em bandas como Rainbow e Black Sabbath. Uma lenda para qualquer um “metaleiro” fanatico, Dio morreu no último Domingo(17), vítima de câncer no estômago. Ele teve que abandonar uma turnê pela metade, para fazer o tratamento, onde não resistiu.







Sexta feira é Dia De...?

DOOOOOOOOOOOOOORGAS MAAAAAAAAAAAAANO!
aSUhaUShauSHuAHSuaHSuhASUhaUshAUShuaSHuaHSuaHSuaHsuhausahSuhA

Esculturas estranhas e/ou diferentes

As esculturas abaixo são obra da cabeça criativa e até certo ponto bizarra de David Cerny, um famoso escultor Tcheco. Certamente tem que ter muita imaginação para esculpir coisas desse tipo. A escultura onde um homem está se segurando (a primeira da imagem abaixo) é a minha predileta.
estatuas esculturs imagem

Via and Via

Youtube – 5 anos de muita história

Para alguns, 5 anos é muito pouco tempo, mas quando falamos de Youtube… é muita coisa (O vídeo é em inglês, mas quem arranha um pouco vai entender)

Sensacional, né?
5 anos de youtube é uma eternidade de vídeos…e que faz parte de nossas vidas...

E se JesuZ fizesse um stand up ?!


..obviamente ia ter um chifrudo falando mal e querendo boicotar… 

Via Não Salvo

4 acordes....Apenas

Dois videos que mostram que é possivel fazer centenas de musicas com apenas 4 Acordes:
E (Mi) – B (Si) – C#m (Dó sustenido menor) – A (Lá)

Vai ai os Videos....:




Mui Massa...=D

Sexta dos Cinéfilos Blog Yah!

"Fúria de Titãs" esquece lenda e investe em efeitos

Via uol Cinema

 Clique em continur olhando para ver o post Inteiro


Quando se trata de refilmagens, nem sempre é bom comparar o resultado final das produções. Com quase 30 anos de diferença, "Fúria de Titãs", que estreia nessa sexta-feira no país em 35 mm e 3-D (cópias dubladas e legendadas) é um exemplo evidente disso.

Enquanto a primeira produção (1981) abordava a história de amor entre o semideus Perseu e a bela princesa Andrômeda e todos os percalços para a realização dessa união, esta última versão se descola dos referenciais da década de 1980.
 
Agora, não se trata mais de romance, mas de pura guerra, mesmo que, no caminho, se assassine a história do próprio personagem central.
 
Inicialmente as tramas são similares. Perseu (Sam Worthington, de "Avatar"), filho de Zeus com a rainha de Argos, Dânae, é jogado ao mar pelo rei Acrisius, em vingança. O heroi é salvo por um pescador, que o cria como seu filho.
 
No entanto, a nova produção destoa de sua antecessora a partir desse ponto. Em vez de se apaixonar por Andrômeda e arriscar a vida por seu amor, como diz a lenda, Perseu agora pensa em vingança contra os deuses, aqui, na figura de Hades (Ralph Fiennes, de "O Paciente Inglês"), que mataram seus pais adotivos.


 


O fato de existir a ilha de Sefiro, que por ira divina está prestes a ser destruída pelo titã Kraken, e os mitos de Andrômeda e Cassiopeia, não passa de um engodo embutido na história pelos roteiristas Travis Beacham, Phil Hay e Matt Manfredi.
 
O novo Perseu não quer ser um deus; diferentemente do que diz o mito, ele quer enfrentar o Olimpo como um mortal. Ele não sabe que Hades tem um plano maléfico para vencer Zeus (Liam Neeson) e dominar o céu e a Terra, mas seus planos de vingança, no fim, estão em acordo com as vontades de seu verdadeiro pai.
 
Longe dos efeitos especiais risíveis da década 1980, o novo "Fúria de Titãs" se vale do que há de mais moderno para reproduzir excelentes cenas de ação, principalmente nos duelos com Medusa e Kraken. Mesmo na famosa cena em que Perseu e seus soldados lutam contra escorpiões gigantes liberados pelo vilão Calibos (Jason Flemyng), o resultado, em especial em 3D, é competente.
Independentemente das grandes mudanças na história, o maior problema desta nova produção é sem dúvida a falta de uma narrativa consistente. Fragmentado e repleto de clichês, "Fúria de Titãs", se resume aos seus efeitos especiais, o que evidencia a pobreza do roteiro.
 
Os buracos na trama são tão grandes que alguns argumentos não fazem sentido. Esse é o caso de Calibos, que deixa de ser vilão para se tornar um assecla de Hades. Outro ponto é o casal real Kepheus e Cassiopeia, que desafiam os deuses e desaparecem da trama.
 
O cinema passou por muitas transformações nos últimos 30 anos. No entanto, impressiona a falta de qualidade de "Fúria de Titãs" na hora de contar uma boa história.
(Por Rodrigo Zavala, do Cineweb)

O Primeiro Celular do Brasil


Meu  primeiro celular foi um Motorola PT-550. Deve ter sido o primeiro de muita gente com mais de 35. Era 1994. Consegui o celular e a linha com um amigo por R$750,00. E morto de alegre. Isso mesmo, os mais novos não viveram isso, mas a linha era disputadíssima e custava R$386,00 na antiga TELEPISA CELULAR. Não era só chegar e comprar, tinha que entrar numa fila de espera. Por isso tive sorte de encontrar com um terceiro.

Todo mês eu tinha que pegar a conta no escritório do titular da linha, por que era intransferível. A conta não chegava em minha casa.

Para transferir a linha para meu nome e receber a conta em casa  tive que desembolsar mais R$ 386,00. Isso mesmo. E não tinha pra quem reclamar. Tinha que comemorar, pois se você estivesse achando ruim tinha mais gente que queria. O pior: Tenho saudades dessa época (só pela nostalgia).

Agora vamos falar do aparelho. Além do ‘belo design” ele tinha uma bateria gigante que durava muito pouco. Se você fosse um cara que falasse muito não durava mais que 2 horas, daí tinhamos que ter várias baterias e levá-las conosco para todo e qualquer lugar. Legal, né? Não, tudo menos legal.

A agenda cabia apenas 100 números, a gente tinha que ficar freqüentemente apagando pra substituir. Saber quem estava te ligando nem pensar.  Tinha outro absurdo: se você ligasse pra o número de alguém que estava viajando, você também pagava o adicional, mesmo sem saber de nada.

Clique AQUI, assista o vídeo do comercial e mate as saudades.

Lembrando que quase na mesma época surgiu o FUJITSU que custava R$ 1.500,00...

Até hoje tenho o PT-550 aqui em casa..creio que ainda funcione....

Texto Via tuyta

Quarta Geek -- Os Bastidores da Internet

Nesta quarta Geek o Blog Yah! vai mostrar o que acontece quando você acessa o Blg Yah, ou outro site por ai na rede mundial de computadores.
É difícil para a Geração Y – os nascidos a partir da década de 1980 – imaginar um mundo em que não haja acesso à web. Mesmo quem nos tempos da famigerada conexão discada de 14400 kbps estava online, ou só depois da meia-noite e aos sábados, quando a ligação era mais barata.
Mas houve uma época em que não havia conexão nem entre computadores em salas adjacentes, imagine então uma rede integrada cobrindo praticamente o mundo inteiro.  O método mais fácil de entrar em contato com alguém eram os telefones – apenas fixos – e as secretárias eletrônicas de fita infinita.

Clique no Continue olhando pra ver o resto do post...
     

Em todo o mundo
Teias tecnológicas
Mesmo antes disso uma das bases para o que hoje é a internet já estava sendo posicionada: a rede de cabos oceânicos.
Desde os tempos dos telégrafos – ainda no século 19 – as comunicações entre continentes, principalmente América do Norte e Europa, acontece graças a enormes cabos desenrolados na superfície por barcos especiais, e instalados no fundo do mar.


Com o desenvolvimento da tecnologia, esse cabeamento passou a atender linhas telefônicas e, mais tarde, também às conexões de internet. Atualmente, fibras óticas se estendem por todos os oceanos garantindo a ligação entre os continentes.
Cabos submarinos de fibra óticaCada um desses cabos é construído de forma a proteger os sinais que ali trafegam. Além de cabos elétricos – responsáveis por manter as propriedades condutoras das fibras óticas – e das próprias fibras, várias camadas de proteção atuam contra a corrosão pela água salgada e contra interferência de sinal.
Anualmente, diversas empresas instalam milhares de quilômetros de cabos desse tipo no mundo, enquanto os mais antigos são desativados ou têm uso desviado para fins puramente científicos.
Essa estrutura de cabos é bastante segura, mas como tudo no mundo, não é completamente imune a falhas ou acidentes. Um exemplo bem próximo foi a quebra dos cabos da Global Crossing que interligam o Brasil com a estrutura de internet dos Estados Unidos em fevereiro de 2010.
Mapa da Alcatel mostrando todos os cabos submarinos instalados atualmente
Apesar de todas as proteções físicas aos cabos e também de medidas de redundância – que redirecionam para outros cabos o tráfego de informações durante uma eventual quebra de ligação no ramo principal –, vários internautas tupiniquins sofreram de lentidão e até mesmo falta de acesso graças a esse acidente.
Em órbita
O Sputnik 1O outro principal canal – porém em escala muito menor que o cabeamento submarino – de informações para o mundo online é a transmissão via satélite. Presentes no espaço próximo do planeta desde 4 de outubro de 1957, quando a União Soviética colocou o Sputnik em órbita,  os satélites hoje são responsáveis por diversas tecnologias atuais, como o GPS e também a transmissão de dados.
Apesar de responsáveis por menos de 20% do tráfego de informação da internet atualmente, a conexão por satélite é utilizada principalmente para levar conexão de alta velocidade até locais de difícil acesso.
Satélite de comunicação (imagem: Boeing)Uma das grandes restrições para o uso disseminado de satélites para a conexão com a internet é a limitação de banda disponível, uma vez que TVs, operadoras de telefone, governos e empresas – como a Google – utilizam satélites para diversas outras tarefas além da transmissão de dados da web.
Como existe certa limitação de constelações de satélites, já que seu funcionamento depende de posicionamento, tempo e distância da superfície, a quantidade de equipamentos disponíveis para uso exclusivo na conexão com a internet é relativamente pequena.
Nas ondas do rádio
Logo depois de comentar sobre satélites,  e falar sobre a conexão wireless – sem fio, literalmente –, pode parecer que as redes Wi-Fi funcionam graças a equipamentos em órbita, mas não é bem assim.
O roteador de Wi-Fi é uma versão doméstica das torres de transmissão de dados por rádioCelulares, notebooks e outros aparelhos podem se conectar à internet sem o uso de cabos graças a antenas de rádio específicas, semelhantes – mas muito mais poderosas – ao roteador Wi-Fi que você tem em casa.
Devido às características de onda – frequência, e outras variáveis físicas, para quem se lembra do ensino médio – essas redes não são apropriadas para a distribuição intensa como a feita através das fibras óticas ou satélites.
O que acontece de fato é que todos os dados transmitidos pela antena para seu smartphone ou netbook trafegam, em algum momento, por uma fibra ótica submarina ou pelo sinal de um satélite de comunicações.
Conectando computadores
Foto de época mostrando um mainframe com entrada de dados por fitas magnéticasEnquanto os soviéticos se preparavam para mandar o primeiro satélite artificial para uma órbita espacial, nos Estados Unidos e na Europa  agências militares e universidades trabalhavam no refinamento do processo de utilização dos computadores.
Os mainframes, que executavam os aplicativos desenvolvidos em outras máquinas, utilizados pela defesa americana em suas pesquisas eram guardados em salas especiais, impedindo o acesso direto dos desenvolvedores ao equipamento. Com isso, falhas surgiam e tempo era gasto. Como o custo de manutenção dessas máquinas era muito alto, alternativas eram necessárias para otimizar sua utilização.
A agência americana desenvolve então uma rede de computadores em que os diversos laboratórios compartilhavam dados através de um servidor central, de maneira que a velocidade no acesso à informação garantisse que pesquisas não seriam duplicadas e diminuindo também a perda de tempo na troca de dados. Nascia a ARPAnet.
mapa da ARPAnet em 1980
Praticamente ao mesmo tempo, a rede militar da americana RAND Corporation, a teia comercial do National Physical Laboratory – NPL (laboratório físico nacional) da Inglaterra e a comunicação dos computadores científicos através do Cyclades francês criaram tecnologias tão essenciais para a internet quanto a conexão dos sistemas de pesquisa de defesa americanos.
Protocolos de controle, otimização da transmissão de grandes quantidades de informação, arquitetura descentralizada de ligação entre pontos e a comunicação entre redes diferentes foram os avanços que, reunidos, deram origem à internet atual. O próprio termo – Inter-net – surgiu a partir do funcionamento da redeCyclades.
A rede
Pronto. Agora sabemos que computadores podem se comunicar entre si de diversas formas, aproveitando a infraestrutura de cabos submarinos e satélites. A partir das experiências com redes de diversas naturezas – acadêmica, científica, militar e comercial – chegou-se a uma série de conceitos que permitem a troca, praticamente em tempo real, de informação entre essas maquinas.
Mas como essa ligação funciona, realmente? Qual a mágica que permite a uma pessoa no Japão – ou em qualquer outro lugar do mundo - acessar o portal Baixaki após digitar algumas poucas letras?
Como a internet funciona
Sempre que você pede a seu navegador para acessar uma URL, entra em cena um servidor especial da rede, o DNS (Domain Name Server – servidor de nomes de domínio). Este computador especial envia para o seu PC o endereço IP dos arquivos (HTML, PHP etc) que compõem o site.
iStock
Endereços IP (Internet Protocol) são uma sequência de números que indica à estrutura da internet – modems, navegadores, servidores etc – a localização exata dos arquivos relacionados a um determinado URL.
Para simplificar, pense em um endereço físico. Casas e apartamentos se situam em vias públicas, dentro de bairros, cidades e assim por diante. Para as máquinas dos correios, identificar o destino de cada carta ou encomenda enviada a partir dessas informações é muito complicado.
Como os correios funcionam de forma automatizada, toda carta deve conter um CEP (código de endereçamento postal), de interpretação mais fácil para os computadores.
iStockAssim, o endereço IP de um servidor pode ser considerado o CEP digital de um site na internet. Porém, como a rede é mundial, é muito mais difícil codificar cada localização com um identificador único. Por isso, o número que forma os endereços IP é assinalado em decimais divididos por pontos, semelhante a256.25.2.256.
Cada intervalo desses números pode assumir valores entre 0 e 256, já que esse valor é – no servidor DNS – escrito de forma binária para ser corretamente interpretado por um computador.  O IP acima, por exemplo, seria escrito como100000000.10000000011001.1000000001100110.100000000 na forma binária para o servidor DNS e para seu modem.
Conhecendo esse endereço, seu computador passa então a descarregar o código dos diversos arquivos – imagens, texto, diagramação etc – que compõem o Blog YAH!, por exemplo.
iStock
Caso o servidor DNS que você utiliza não reconheça a URL que você enviou, isso não significa que você não chegará até o site. Quando isso acontece, vários servidores DNS começam a “conversar” entre si em busca do IP. Talvez demore um pouco mais para o site ser carregado, mas isso acontecerá assim que possível.
Carregando os sites
Dentro do seu computador, vários outros processos também acontecem durante a decodificação de um site. Assim que o navegador recebe o endereço IP correto, HTML e CSS tomam forma de texto, ocorrem alterações visuais na tipografia e o posicionamento dos elementos, imagens transformam-se de números binários em pixels coloridos e assim por diante.
Tudo isso acontece em altíssima velocidade – limitada principalmente pela banda disponível em sua conexão -, mas aí já é assunto para outro artigo.
VIA....Baixaki

Novos Vizinhos part. final - Conto de Horror

Hoje venho trazendo a parte final do conto, ficaremos sabendo que segredos a rua calma e com casas coloridas esconde.

Noite Feliz



Maria Elisa estava linda, como nunca. Na hora marcada fomos ao jantar. Havia música na casa, muitas pessoas sorridentes na entrada. Todos nos observavam e cumprimentavam alegremente. Crianças corriam.


Sentimo-nos muito bem.


Serviram vinho de ótima qualidade e canapés. O bom velhinho anunciou o jantar.


Uma mesa no centro da sala apenas com dois lugares, muito bem preparada. Ficamos constrangidos. As velhinhas, entre sorrisos, assentaram Maria Elisa em uma ponta e eu em outra. Não sabíamos como dizer não. Eram tão amáveis.


O velhinho começou a fazer um discurso em uma língua estrangeira desconhecida. Todos ficaram calados, como se rezassem. A música foi desligada. As crianças estavam sentadas em torno da mesa, à nossa volta fechou-se um paredão de pessoas...
Convidaram-nos a fechar os olhos. Era um tipo de oração. Fizemos o que ordenaram. O velhinho continuou a falar. Senti um frio, uma lufada de ar, um arrepio na coluna. Ousei abrir um dos olhos. Olhei em volta. Não sei descrever a intensidade daquele medo.


Estávamos cercados por cães, ferozes, enormes, de diversas espécies. Apenas o velhinho ao lado da mesa era a única figura humana. Maria Elisa também abriu os olhos. Em pânico ela me olhou, lágrimas brotaram. Ela pedia socorro. Eu não sabia o que fazer.


O velhinho, sorrindo sarcasticamente, falou:


- Não posso explicar tudo, não daria tempo e seria uma história longa e desgastante, mas a nossa família tem que continuar a existir. Sejam bem-vindos para o jantar...

FIM

--Fonte: www.contosdeterror.com.br

Sacaneando o Pikachu.


SHAUSHUAHSUAHSUHAS RI DEMAIS

guitarra com smartphones .



Você tem 5 smartphones sobrando, algum talento musical e muita silver tape. O que fazer? Para o belga Steff, o natural foi criar uma guitarra, sincronizando a programação dos portáteis e colando todos eles ao longo de um braço de madeira. Para construir a Phone Guitar, o belga juntou 1 iPod Touch, 2 aparelhos com Android e 2 com Windows Mobile, usando aplicativos musicais e programando alguns instrumentos








faciil né ?! kkk

Yah! Click Links #6

Sempre no horario Yah!click links....Aproveitee....



 Só não aproveite desse jeito..OMG
       Texto: Ceder ou correr?
Até a proxima semana....

Bloh YAH! Music

Todo Sabado é muito esperado para os leitores do Blog Yah!, porque como todo mundo tah cansado de saber Sabado é dia de Musica no Blog YAH!!.....

Hoje teremos um especial de musicas do Rock nacional que marcaram época e sempre estara  de "exemplo" para a geração atual de como se faz musica de qualidade.
Se estiver interessando em mais criticas ao Rock Nacional que esta surgindo,vai esse post no link.Aqui

Mas vamos ao o que interesa.......Especial Rock Nacional anos 80
Clique em continue olhando para ver o post inteiro...

O rock brasileiro da década de 80, também considerado por muitos como pop rock nacional dos anos 80, foi um movimento musical que surgiu já no início da década. Ganhou até mesmo um apelido, o BRock, dado por Nelson Motta. É caracterizado por influências variadas, indo do new wave, passando pelo punk e o próprio conteúdo pop emergente do final da década de 70. Ainda assim, em alguns casos, tomou por referência ritmos como o reggae e a soul music . Suas letras falam na maioria das vezes sobre amores perdidos ou bem sucedidos, não deixando de abordar é claro algumas temáticas sociais. O grande diferencial das bandas deste período era a capacidade de falar sobre estes assuntos sem deixar a música tomar um peso emocional ou político exagerados. Fora a capacidade que seus integrantes tinham de falar a respeito de quase tudo com um tom de ironia, outra característica marcante do movimento.














Existem muitos clipes bons que passaram nos anos 80, essa só foi uma amostra do que era naquela época pro rock naciona...Ateh o próximo sabado